Objetivo Geral

O Curso de Letras da UFLA pretende formar profissionais competentes, capazes de atuar de forma ética e crítica diante das várias linguagens presentes no meio sócio-educacional, a fim de se posicionar como sujeito-profissional responsável e de interpretar/usufruir as produções culturais e tecnológicas, em contextos formais, públicos e privados, e contextos não formais.

Tem-se como objetivo preparar o futuro profissional não só para enfrentar um contexto sócio-histórico-econômico e cultural dinâmico e competitivo, mas, sobretudo, para atuar como leitor crítico e agente eficaz na construção da cidadania e, portanto, capaz de fazer uso da linguagem nas suas diferentes manifestações. Almeja-se, portanto, um curso que possibilite o desenvolvimento da competência de refletir sobre os fatos lingüísticos e literários por meio da análise, da descrição e da explicação, à luz de uma fundamentação teórica pertinente, tendo em vista a formação de enunciadores da língua.

Para tal, o Curso de Licenciatura em Letras, na modalidade a distância, deverá facultar ao estudante o desenvolvimento de uma visão multifacetada de mundo, de maneira que possa pautar suas ações numa percepção nítida do papel a desempenhar no seu ambiente sociocultural e, consequentemente, a sentir-se como participante co-responsável pela sua formação.

 

Objetivos Específicos

Com base no conceito de competência e habilidade, o curso de Licenciatura em Letras pretende especificamente tornar os futuros professores capazes de:

1-Utilizar as diferentes fontes de conhecimentos a fim de observar, analisar e criticar a realidade que os circunda, formulando problemas, levantando hipóteses e apontando soluções viáveis para as dificuldades do cotidiano.

2- Estabelecer correlação entre teoria e prática, empregando no exercício da docência métodos que utilizem os conteúdos disciplinares como realidades em construção, permeados de valores e atitudes coerentes, éticas e científicas, que possibilitem a criação de uma sociedade democrática, na qual ele passa a ser um agente formador de opiniões e um cidadão consciente de seu dever, bem como de seus direitos sociais e profissionais.

3- Atuar como agentes de cidadania no sentido de explicitar o papel da linguagem nos processos de identificação e de ação do indivíduo em seu grupo social. Nesse sentido, a formação de professores de línguas envolve o compromisso político de uma reflexão sobre a natureza da inserção do sujeito no grupo social em que vive e de seu papel enquanto cidadão do mundo, constituído na e pela linguagem.

4- Pautar sua prática em princípios estéticos, políticos e éticos, abrangendo a estética da sensibilidade, a política da igualdade e a ética da identidade.

5- Selecionar, organização e utilização de diferentes instrumentos de avaliação que favoreçam a aprendizagem.